Sábado, 10 de Setembro de 2011

 

 

 As vacas, além de produzirem muita coisa boa, desde a carne ao leite e passando pelo couro, têm uma característica maléfica, tal como os outros ruminantes: arrotam quantidades enormes de metano, o hidrocarboneto mais simples de todos. Tão simples que até me atrevo a colocar aqui a sua fórmula química: CH4. O metano sai das vacas também por outra via, mas como é menos relevante e mais inconveniente para tratar aqui, limito-me ao arroto. Dizem os especialistas (há especialistas para tudo, claro está) que cada vaca manda para o ar mais de 100 litros desse gás por dia, embora haja quem afirme que pode chegar aos 500. Mas mesmo que sejam “só” 100 litros, multiplique-se pelo número de vacas que há no mundo (1.500.000.000 delas) e chega-se a um valor colossal. Ainda por cima, afirma-se que o metano é 23 vezes pior do que o CO2 para o aquecimento global e que uma vaca é tão poluidora como um automóvel! O que me deixa num dilema para reduzir o aquecimento global. O que devo fazer pelo planeta: deixar de comer carne ou andar a pé?

 

Mas isto das vacas é um assunto muito sério, tal como fica evidenciado pelo documento que acabam de me enviar pela Internet, fonte fidedigna para assegurar o seu real valor.

 

CAPITALISMO IDEAL

Você tem duas vacas.

Vende uma e compra um boi.

Eles multiplicam-se, e a economia cresce.

Você vende a manada e aposenta-se. Fica rico!

 

CAPITALISMO AMERICANO

Você tem duas vacas.

Vende uma e força a outra a produzir o leite de quatro vacas.

Fica surpreso quando ela morre.

 

CAPITALISMO JAPONÊS

Você tem duas vacas.

Redesenha-as para que tenham um décimo do tamanho de uma vaca normal e produzam 20 vezes mais leite.

Depois cria bonequinhos chamados Vaquimon e vende-os para o mundo inteiro.

 

CAPITALISMO BRITÂNICO

Você tem duas vacas.

As duas são loucas.

 

CAPITALISMO HOLANDÊS

Você tem duas vacas.

Elas vivem juntas, em união de facto, não gostam de bois e tudo bem.

 

CAPITALISMO ALEMÃO

Você tem duas vacas.

Elas produzem leite regularmente, segundo padrões de quantidade e horário previamente estabelecido, de forma precisa e lucrativa.

Mas o que você queria mesmo era criar porcos.

 

CAPITALISMO RUSSO

Você tem duas vacas.

Conta-as e vê que tem cinco.

Conta de novo e vê que tem 42.

Conta de novo e vê que tem 12 vacas.

Você pára de contar e abre outra garrafa de vodka.

 

CAPITALISMO SUÍÇO

Você tem 500 vacas, mas nenhuma é sua.

Você cobra para guardar as vacas dos outros.

 

CAPITALISMO ESPANHOL

Você tem muito orgulho em ter duas vacas.

 

CAPITALISMO BRASILEIRO

Você tem duas vacas.

Ensina uma a jogar futebol e depois exporta-a para a Selecção Portuguesa.

 

CAPITALISMO HINDU

Você tem duas vacas.

Ai de quem tocar nelas.

 

CAPITALISMO PORTUGUÊS

Você tem duas vacas.

Foram compradas através do Fundo Social Europeu.

O governo cria O IVVA - Imposto de Valor Vacuum Acrescentado.

Você vende uma vaca para pagar o imposto.

Um fiscal vem e multa-o, porque embora você tenha pago correctamente o IVVA, o valor era pelo número de vacas presumidas e não pelo de vacas reais.

O Ministério das Finanças, por meio de dados também presumidos do seu consumo de leite, queijo, sapatos de couro e botões, presume que você tenha 200 vacas.

Para se livrar do sarilho, você dá a vaca que resta ao inspector das finanças para que ele feche os olhos e dê um jeitinho...

 

Verdadeiro olhar, Fernando Sena Esteves



publicado por José Carlos Silva às 12:31 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31



contador visitas en mi web
posts recentes

A festa em honra de Sant’...

Lousada Antiga

As capelas

Padre Joaquim António de ...

Feliz de Mendonça Baldaia...

Dote de casamento do Dr. ...

Casa D' Além-Romariz (Mei...

Casa D’ Além ou de Romari...

A coisa que mais me dói, ...

Doutor Joaquim Augusto da...

arquivos

Agosto 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

tags

1910

a igreja de são vicente de boim

a igreja _alvarenga

a paróquia de boim: breve enquadramento

adcl_lodares_lousada

adeus

alferes

almotacé

alvarenga

alvarenga_lousada

anthero pacheco da silva moreira

antónio

anúncio

aparecida

artesanato

artigos

aveleda

bibliografia

boa noite

boim

boim_lousada

caíde

caíde_lousada

calvário

caminho _de_ ferro_ de_ penafiel _á_ lix

caminho_de_ferro

capela

capela da fonte - boim

capelas

capelas_ públicas_lousada

capelas_de_lousada

capitão

capitão_mor

cargos e profissões dos proprietários de

carta

casa

casa da bouça (nogueira)

casa da lama

casa da quintã

casa de monte sines

casa de sequeiros

casa de sequeiros - lodares

casa _ vilar_lodares_lousada

casamento - joaquim da silva netto com d

casa_da_lama_lodares_lousada

casa_de_real_ficha

casa_do_vilar

casa_vila _verde

collegio_de_bairros

concelho

couto

covas

cristelos

crónicas

cruzeios_lousada

cruzeiros

cruzeiros_lousada

da

de

despedidas

desporto

do

donativo

eleição

eleição_ abdicação

em 1907.

enlace

escola

festa

figueiras

i congresso internacional da rota do rom

igreja paroquial de cristelos / igreja d

igreja paroquial de figueiras / igreja d

igreja: stº estevão de barrosas

iii jornadas de história local

lodares

lodares_lousada

lousada

meinedo

memória

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nossa

padre

paisagem_edificada_lousada

política

ponte _de_ vilela

ponte_espindo

porto

quaresma

reverendo

romaria

rota_românico

senhora

títulos

universidade de coimbra

todas as tags

links
subscrever feeds