Domingo, 29 de Janeiro de 2012

Farmacêutico, arqueólogo, etnógrafo, historiador, publicista, voluntário. Acima de tudo, dinamizador cultural penafidelense.

Abílio Pinto Soares Miranda nasceu em Penafiel, na véspera de Natal de 1893, na rua Alfredo Pereira, onde também viveu.
Em Penafiel, o seu legado não foi esquecido. Desde a monumentos em sua homenagem, como uma rua com o seu nome e diversas conferências em sua memória. Destaca-se ainda a Farmácia Miranda, o negócio do pai de Abílio Miranda, Adolfo Miranda, que ainda hoje está em funcionamento no mesmo local, no Largo D' Ajuda.
Foi assim que se encheu o auditório do Arquivo Municipal de Penafiel, na noite de 27 de Janeiro, numa conferência dada por Ricardo Teixeira, que apresentou um trabalho acerca da origem genealógica de Abílio Miranda.
Ricardo Teixeira, professor do ensino básico e secundário, investigou as origens de Abílio Miranda e mostrou aos penafidelenses os seus resultados, trazendo assim mais conhecimento acerca de uma das personalidades de maior referência da cidade.
jornal de lousada


publicado por José Carlos Silva às 13:06 | link do post | comentar

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012


publicado por José Carlos Silva às 21:55 | link do post | comentar



publicado por José Carlos Silva às 18:20 | link do post | comentar

Terça-feira, 24 de Janeiro de 2012

Dom Frei Manuel Ferreira Freire da Cruz O. Cist. (Ordem (Lousada), 5 de fevereiro de 1690Mariana, 3 de janeiro de 1764) foi um prelado católico português, bispo das dioceses de São Luís (1739-1747) e de Mariana (1748-17640). Doutor em teologia pela Universidade de Coimbra em 1726, foi nomeado lente da mesma em 1728, por Dom João V. Foi mestre de noviços do Real Mosteiro de Alcobaça até ser nomeado para a diocese do Maranhão. Nomeado para a diocese de Mariana, sua viagem até as Minas Gerais para assumir a prelazia durou um ano e três meses, de barco, a cavalo e a pé, perfazendo quatro mil quilômetros. Essa jornada ficou celebrizada pelo livro Aureo Throno Episcopal, de autoria provável do cônego Francisco Ribeiro da Silva, que o fez editar.

 

Fontes

  • Giffoni, Luís. Dom Frei Manoel da Cruz. Ed. Pulsar, Belo Horizonte, 2008. ISBN: 978-85-98763-02-6 ; CDD: 981 .51
  • Aureo Throno Episcopal, Collocado na Minas do Ouro, ou Noticia Breve do novo Bispado Marianense, da sua felicissima posse, e pomposa entrada do seu meritissimo, primeiro Bispo, e da jornada, que fez do Maranhão, o Excelentissimo, E Reverendissimo Senhor D. Frei Manoel da Cruz, Com a collecção de algumas obras Acadenmicas, e outras, que se fizerão na dita função, Author Anonymo, Dedicado ao Illustrissimo Patriarca S. Bernardo, E dado a luz por Francisco Ribeiro da Silva, Clerigo Presbytero e Conego danova Sé Marianense. Lisboa, Nas Officinas de Miguel Menescal da Costa, pressor do Santo Officio. Anno 1749. Com todas as licenças necessarias.

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

 



publicado por José Carlos Silva às 21:57 | link do post | comentar

Jaime José Nunes de Moura (Felgueiras, 1947 - Cristelos, Lousada, 15 de Fevereiro de 2008). Faleceu aos 61 anos, vítima de doença prolongada, pelas 19.30 horas de 15 de Fevereiro de 2008, na sua residência.

 Foi um empresário e político português. Graças ao seu trabalho no impulsionamento do desporto automóvel na região, era frequentemente considerado o "Pai do automobilismo no Vale do Sousa".

 Jaime Moura foi uma das mais prestigiadas figuras do concelho de Lousada entre as décadas de 80 e 2000. Foi o fundador e Presidente do Clube Automóvel de Lousada entre 1987 e 2006, saindo em diferendo com a Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK). Foi ainda líder da Associação de Cultura Musical de Lousada e da Assembleia Recreativa e Desportiva Lousadense e dirigente da Associação Desportiva de Lousada, da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lousada e da Associação Industrial de Lousada.

Jaime Moura fez uma incursão pela política, tendo-se candidatado à presidência da Câmara de Lousada em dois mandatos consecutivos, primeiro em 1989 pelo então CDS (como independente), e depois pelo PSD, partido no qual se filiou em 1993. Foi também Vice-Presidente da Câmara Municipal durante o executivo da Aliança Democrática, então liderado por Amílcar Neto, que durou até 1989.

Foi fundador e sócio n.º 1 do Clube Automóvel de Lousada, tendo sido seu Presidente durante 20 anos. Tornou-se um dos mais importantes dirigentes no panorama do desporto automóvel nacional. A ele se deve o facto de Lousada ter sido considerada pelos aficionados da modalidade como a “Capital do Automobilismo”, durante a década de 90 e princípios do novo século. Apenas deixou para trás o sonho de construir um autódromo em Lousada, projeto que iniciou em 1985, mas impossível de concretizar, devido a fatores económicos.

Abandonou a presidência do Clube em 2006, depois da FPAK ter anunciado a intenção de alternar a realização do Europeu de Rally cross entre o circuito de Lousada e Montalegre.

Empresário de sucesso, era sócio-gerente da FAMO, uma empresa de mobiliário de escritório, sedeada em Lousada e com filiais em países dos continentes europeu, americano, asiático e africano (essencialmente em Angola).

 

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre



publicado por José Carlos Silva às 21:39 | link do post | comentar



publicado por José Carlos Silva às 13:18 | link do post | comentar

Segunda-feira, 23 de Janeiro de 2012



publicado por José Carlos Silva às 20:12 | link do post | comentar

Domingo, 22 de Janeiro de 2012

Jardim insurge-se contra os que chamam chulos aos madeirenses

.expresso



publicado por José Carlos Silva às 19:55 | link do post | comentar



publicado por José Carlos Silva às 19:30 | link do post | comentar

Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

A Câmara de Lousada está a efectuar sondagens arqueológicas de averiguação no adro da igreja do Salvador, na freguesia de Aveleda. Estas sondagens têm posto a descoberto importantes achados medievais e modernos, entre eles sepulturas antropomórficas de crianças, de adolescentes e adultos, bem como restos de alinhamentos de muros pertencentes a um primitivo adro, de área disponível bem mais reduzida que a do atual, explica a autarquia.

Este trabalho, que resulta de uma parceria entre a Câmara e Rota do Românico, está a ser efetuado desde Novembro, e vai prolongar-se durante algumas semanas.

Os vestígios arqueológicos exumados resumem-se quase exclusivamente a material de construção, concretamente de telhas de meia-cana, mas também foram observados, fragmentos de um outro tipo de telha, de tradição romana, vulgarmente denominada de tegula, isto é, trata-se de telhas planas de grandes dimensões, que aqui poderão ter sido empregues pelo menos até ao séc. IX-X. No que concerne a cerâmica de uso comum ou doméstico, merece destaque o aparecimento de faianças com motivos vegetalistas pintados a azul, datáveis da segunda metade do século XVII.

De finais do séc. XIX e inícios do séc. XX datam diversos enterramentos em caixão de madeira, de crianças e adolescentes. Espera-se que restos de indumentária fúnebre e alguns objetos exumados no interior das sepulturas permitam depreender algumas atitudes perante a morte e constatar ou não diferenciação social entre os jovens sepultados. 



publicado por José Carlos Silva às 18:54 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31



contador visitas en mi web
posts recentes

A festa em honra de Sant’...

Lousada Antiga

As capelas

Padre Joaquim António de ...

Feliz de Mendonça Baldaia...

Dote de casamento do Dr. ...

Casa D' Além-Romariz (Mei...

Casa D’ Além ou de Romari...

A coisa que mais me dói, ...

Doutor Joaquim Augusto da...

arquivos

Agosto 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

tags

1910

a igreja de são vicente de boim

a igreja _alvarenga

a paróquia de boim: breve enquadramento

adcl_lodares_lousada

adeus

alferes

almotacé

alvarenga

alvarenga_lousada

anthero pacheco da silva moreira

antónio

anúncio

aparecida

artesanato

artigos

aveleda

bibliografia

boa noite

boim

boim_lousada

caíde

caíde_lousada

calvário

caminho _de_ ferro_ de_ penafiel _á_ lix

caminho_de_ferro

capela

capela da fonte - boim

capelas

capelas_ públicas_lousada

capelas_de_lousada

capitão

capitão_mor

cargos e profissões dos proprietários de

carta

casa

casa da bouça (nogueira)

casa da lama

casa da quintã

casa de monte sines

casa de sequeiros

casa de sequeiros - lodares

casa _ vilar_lodares_lousada

casamento - joaquim da silva netto com d

casa_da_lama_lodares_lousada

casa_de_real_ficha

casa_do_vilar

casa_vila _verde

collegio_de_bairros

concelho

couto

covas

cristelos

crónicas

cruzeios_lousada

cruzeiros

cruzeiros_lousada

da

de

despedidas

desporto

do

donativo

eleição

eleição_ abdicação

em 1907.

enlace

escola

festa

figueiras

i congresso internacional da rota do rom

igreja paroquial de cristelos / igreja d

igreja paroquial de figueiras / igreja d

igreja: stº estevão de barrosas

iii jornadas de história local

lodares

lodares_lousada

lousada

meinedo

memória

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nossa

padre

paisagem_edificada_lousada

política

ponte _de_ vilela

ponte_espindo

porto

quaresma

reverendo

romaria

rota_românico

senhora

títulos

universidade de coimbra

todas as tags

links
subscrever feeds