Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011
A Santa Casa da Misericórdia de Penafiel celebrou 502 anos. O aniversário começou a ser comemorado no sábado, com a realização de umas jornadas que reuniram diversos especialistas em Penafiel, e terminou na última segunda-feira, com um jantar que reuniu os irmãos da instituição. Para o provedor penafidelense, Júlio Mesquita, o futuro daquela que é a terceira Misericórdia mais antiga do país está garantido, embora alerte para as dificuldades financeiras que impedem que se realizem alguns investimentos projectados pela actual mesa administrativa. Dificuldades essas que obrigaram a que, recentemente, a instituição contraísse um empréstimo de 650 mil euros para pagar obras no Lar Santo António dos Capuchos e na Igreja com o mesmo nome.

Instituição obrigada a contrair empréstimos de 650 mil euros

Os 502 anos começaram a ser comemorados no sábado. Subordinadas ao tema "Misericórdia: Caridade e Assistência", as jornadas atraíram dezenas de pessoas interessadas em ouvir a opinião de reputados especialistas na área da solidariedade social.

No dia seguinte, domingo, o final da missa da manhã realizada na Igraja da Misericórdia ficou marcado pela apresentação de dois quadros pertença da instituição. Datados do século XVII, as obras de arte foram alvo de um restauro que custou cerca de cinco mil euros. "Foram os responsáveis da Quinta da Aveleda que suportaram a despesa", revelou o provedor.

Júlio Mesquita fez também um balanço positivo das cerimónias dos 502 anos da Misericórdia. "Foi um êxito", classificou.Segundo o responsável, os próximos tempos adivinham-se difíceis, sobretudo devido aos constrangimentos financeiros que já obrigaram a Misericórdia a recorrer à banca, após ter fracassado a tentativa de venda de três terrenos. "Fizemos um empréstimo de 650 mil euros para pagar compromissos assumidos, nomeadamente com as obras no Lar e na Igreja Santo António dos Capuchos", disse. Este empréstimo soma-se a um outro, no valor de 400 mil euros, contratualizado anteriormente.

Mesmo num contexto difícil, Júlio Mesquita assegura que os serviços aos utentes estão garantidos e aposta ainda na dinamização de alguns projectos, entre os quais a reabilitação do antigo hospital. "Estamos a dar passos, embora ténues, nesse sentido", garantiu. Já a clínica de hemodiálise, inaugurada em 2006 mas que continua de portas fechadas, continua sem solução à vista. "Ainda recentemente tivemos uma reunião com os administradores da empresa. Voltaram a dizer que há problemas com a atribuição de licenças e que não podem abrir a clínica", afirmou.



publicado por José Carlos Silva às 20:37 | link do post | comentar

2 comentários:
De Empresas de Consultoria a 3 de Novembro de 2011 às 18:20
A crise chega a todo o lado! Mas 502 anos é de louvar, muitos parabéns à Santa casa!


De José Carlos Silva a 3 de Novembro de 2011 às 21:10
Obviamente. Está de parabéns. Aliás não podia ser de outra forma. E tem desenvolvido um excelente trabalho. Em frente.


Comentar post

mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31



contador visitas en mi web
posts recentes

A festa em honra de Sant’...

Lousada Antiga

As capelas

Padre Joaquim António de ...

Feliz de Mendonça Baldaia...

Dote de casamento do Dr. ...

Casa D' Além-Romariz (Mei...

Casa D’ Além ou de Romari...

A coisa que mais me dói, ...

Doutor Joaquim Augusto da...

arquivos

Agosto 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

tags

1910

a igreja de são vicente de boim

a igreja _alvarenga

a paróquia de boim: breve enquadramento

adcl_lodares_lousada

adeus

alferes

almotacé

alvarenga

alvarenga_lousada

anthero pacheco da silva moreira

antónio

anúncio

aparecida

artesanato

artigos

aveleda

bibliografia

boa noite

boim

boim_lousada

caíde

caíde_lousada

calvário

caminho _de_ ferro_ de_ penafiel _á_ lix

caminho_de_ferro

capela

capela da fonte - boim

capelas

capelas_ públicas_lousada

capelas_de_lousada

capitão

capitão_mor

cargos e profissões dos proprietários de

carta

casa

casa da bouça (nogueira)

casa da lama

casa da quintã

casa de monte sines

casa de sequeiros

casa de sequeiros - lodares

casa _ vilar_lodares_lousada

casamento - joaquim da silva netto com d

casa_da_lama_lodares_lousada

casa_de_real_ficha

casa_do_vilar

casa_vila _verde

collegio_de_bairros

concelho

couto

covas

cristelos

crónicas

cruzeios_lousada

cruzeiros

cruzeiros_lousada

da

de

despedidas

desporto

do

donativo

eleição

eleição_ abdicação

em 1907.

enlace

escola

festa

figueiras

i congresso internacional da rota do rom

igreja paroquial de cristelos / igreja d

igreja paroquial de figueiras / igreja d

igreja: stº estevão de barrosas

iii jornadas de história local

lodares

lodares_lousada

lousada

meinedo

memória

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nossa

padre

paisagem_edificada_lousada

política

ponte _de_ vilela

ponte_espindo

porto

quaresma

reverendo

romaria

rota_românico

senhora

títulos

universidade de coimbra

todas as tags

links
subscrever feeds