Quarta-feira, 18 de Agosto de 2010

Casais

1758. Abril, 8

I. A. N. T. T. Diccionario Geográfico. 1758, Vol. 10. fl.1587 a 1588.

 

Comentário da freguezia de S. Payo de Cazaes, na forma que seme ordena.

1.º - Hé cituada na Provincia do Minho na comarca de Penafiel, Bispado do Porto, e hé de seu termo.

2.º - Hé de el rey, e não tem donatario particular.

3.º - Tem 103 vezinhos e 366 pessoas.

4.º- Está cituada no valle chamado Ribeira de Sáo Christóvão, o qual tem seu prencipio no declive fundo do monte e serrania do Barrozal onde está huma capella do dito santo, e he freguezia de Souzella, e finaliza na de Paço de Souza, com extensão de duas legoas.

5.º - Consta de moradias vezinhas, com separaçáo, que devidem os predios de cada morador.

6.º - Está a rezidencia parochial, e a igreja, e paçal della em meyo da freguezia, cujas moradias chamadas aldeyas são: - Courella= Horta= Recanto= Paço= Sarradelo= Bayrro=Cazaes= Villanova.

7.º - Hé orago desta freguesia Sáo Payo martir, e está sua immagem collocada no altar da capella mor, e tem esta igreja dous altares collaterais, húmdo Santo Nome com sua immagem, e outro da Senhora da Conçolação com sua immagem, e he previligiado com bulla.

8.º- Hé abbadia de concurso, que aprezenta o papa e a excelentíssima mitra, cujos dizimos, de milho, feyjaó, centeyo, painço, millháo, vinho verde, frutas, e criaçóens de gado meudo valem anno por anno, trezentos mil reis, entrando o que frutifica o paçal.

Até nono não há que informar, nem dos seguintes athé 13.

13.º - Tem tres hermidas chamadas capellas, a saber huma do calvario com immagem de Christo, pouco distante da Igreja, outra perto da mesma, e hé de Santo António, com immagem sua, outra da Piedade com immagem da Senhora cituada na aldeya de Sarradello, e todas eretas pela devoçáo e zello dos freguezes, que as vezitáo conforme o seu fervorozo acatamento, e nellas ouvem missa.

14.º - Fazem os freguezes festa a Santo Antonio na dita cappella com missa cantada, e sermáo no mes de Junho, e a Senhora da Piedade no dia octavo da Paschoa, náo por obrigaçáo, mas sim por devoção.

15.º - A frutificaçáo mayor da freguezia he milho groço chamado milháo, e vinho Verde.

16.º - Tem Ouvidor ordinario sugeito ao Juizo da Correyçáo da Comarca do Porto.

17.º- Hé esta freguezia do concelho de Aguiar de Souza, com ouvidor ordinario como fica declarado.

18.º e 19.º - Nada.

20.º- Servesse do correyo da Villa de Arrifana de Souza donde dista huma legoa.

21.º- Dista esta freguezia sinco legoas e meya da cidade do Porto, e da de Lisboa sincoenta e sinco.

22.º, 23.º, 24.º e 25.º e 26.ºe 27.º – Não há imformar, nem de Serra que náo tem.

 

                                                             Rio

 

1.º - Com movimentovagarozo corre pelo meyo desta freguezia de Norte a Sul o rio chamado Mezio, que tem seu nascimento no fundo da Serra de Barrozas, no distrito da freguezia de Souzella, que hé do Arcebispado de Braga.

2.º - Nasce do centro e fundo da dita serra, lemitado ribeiro, e no mesmo cítio se metem nelle tres fontes perenes que o constittuhem regato corrente, em todo o anno, e se chamáo as tres fontes, e seu prencipio por se desentranharem no alicerce de huma hermida de Santa Agueda, aonde se faz romaria populoza anualmente em 5 de Fevereyro.

3-            Reforçasse sua corrente a húm coarto de legoa na freguezia de S. Joáo de Covas, com outro regato igual, rezumido de nativas da tal freguezia, e da de Figueyras, chamado aly Rio de Muinhos, e junto daly athé onde entra no Rio Souza, se vay augmentando por onde passa com mananciais lemitados, que o constituhen rio piqueno, mas muyto aprazivel em seu curso, que em qualquer parte se atravessa de cavallo, mas náo de pé, sem molhar ambos os giolhos, em largura de 40 athé 50 palmos.

                  Do 4.º, 5.º e 6.º – Náo há que imformar – mais do referido pois corre de Norte para Sul sempre vagarozo por entre campos, arboredos, lameyros e planície.

                 7.º- Cria escallos, vogas, e eyrós, como lampreyas e belas trutas de tres palmos algumas, sendo a mayor abundancia de vogas, e escalos, mais para regalo que fartura do povo.

8.º - Em todo o anno se pesca excepto nos mezes da criaçáo, e no citio milhor mais facilmente.

9.º - Hé commua a pescaria em toda a sua extençáo

10.º - Toda a sua margem tem cultura, desde hum coarto de legoa de seu nascimento, athé onde finaliza e sempre circulado de carvalhos, e salgueiros, castanheyros, e amiyeiros com suas vides.

11.º - Nada

12.º - Sempre teve o nome de Mezio, nem há notícia de outro que tivesse.

13.º - Entra no Rio chamado Souza, entre as freguezias de Bittarais, e da Villa de Arrifana de Souza, e donde nasce athé que finaliza, corre em distancia de duas legoas.

14.º - Em toda a sua extençáo tem asudes em que se repreza a agoa para muinhos, e para regar.

15.º - Tem tres pontes de cantaria, huma na freguezia de Novogilde, outra na de Beyre, outra na de Bittarais, e 9 de padieyras e traves de pao, e de pedra, em toda a sua extençáo distando huma de outra pouco mais de húm tiro de mosquete, para uzo da cultura, e da comunicação.

   16.º- Tem somente muinhos de milho.

   Ao 17 náo há que imformar.

   18.º- Uzáo os cultores livremente de suas agoas sem pençáo mas em poucas partes, porque corre por planície.

19.º - Dista seu termo duas legoas ordinarias do seu nascimento, e corre por 9 freguezias= Souzella= Sáo João de Covas= Santa Eulalia= Christellos= Sáo Payo= Novogilde= Beyre= Lodares= Bittarais= todo nada, nem acho mais couza ecencial que imforme = S. Payo de Cazaés – 8 de Abril de 1758. Manoel de Azevdo Freyre. Doc. 6

 

 SILVA, José Carlos Ribeiro da - A casa nobre no Concelho de Lousada

 

 

 



publicado por José Carlos Silva às 18:10 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31



contador visitas en mi web
posts recentes

A festa em honra de Sant’...

Lousada Antiga

As capelas

Padre Joaquim António de ...

Feliz de Mendonça Baldaia...

Dote de casamento do Dr. ...

Casa D' Além-Romariz (Mei...

Casa D’ Além ou de Romari...

A coisa que mais me dói, ...

Doutor Joaquim Augusto da...

arquivos

Agosto 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

tags

1910

a igreja de são vicente de boim

a igreja _alvarenga

a paróquia de boim: breve enquadramento

adcl_lodares_lousada

adeus

alferes

almotacé

alvarenga

alvarenga_lousada

anthero pacheco da silva moreira

antónio

anúncio

aparecida

artesanato

artigos

aveleda

bibliografia

boa noite

boim

boim_lousada

caíde

caíde_lousada

calvário

caminho _de_ ferro_ de_ penafiel _á_ lix

caminho_de_ferro

capela

capela da fonte - boim

capelas

capelas_ públicas_lousada

capelas_de_lousada

capitão

capitão_mor

cargos e profissões dos proprietários de

carta

casa

casa da bouça (nogueira)

casa da lama

casa da quintã

casa de monte sines

casa de sequeiros

casa de sequeiros - lodares

casa _ vilar_lodares_lousada

casamento - joaquim da silva netto com d

casa_da_lama_lodares_lousada

casa_de_real_ficha

casa_do_vilar

casa_vila _verde

collegio_de_bairros

concelho

couto

covas

cristelos

crónicas

cruzeios_lousada

cruzeiros

cruzeiros_lousada

da

de

despedidas

desporto

do

donativo

eleição

eleição_ abdicação

em 1907.

enlace

escola

festa

figueiras

i congresso internacional da rota do rom

igreja paroquial de cristelos / igreja d

igreja paroquial de figueiras / igreja d

igreja: stº estevão de barrosas

iii jornadas de história local

lodares

lodares_lousada

lousada

meinedo

memória

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nossa

padre

paisagem_edificada_lousada

política

ponte _de_ vilela

ponte_espindo

porto

quaresma

reverendo

romaria

rota_românico

senhora

títulos

universidade de coimbra

todas as tags

links
subscrever feeds