Terça-feira, 12.07.11

 

 

Igreja de Santa Maria de Meinedo

 

A Igreja de Santa Maria de Meinedo, apesar de ser desconhecida a data da sua fundação, deverá ter sido erigida entre o final do século XIII e o início do século XIV, embora o templo perpetue esquemas decorativos e soluções construtivas que seguem os modelos românicos.

Apesar desta datação tardia, o prestígio da Igreja é muito grande, uma vez que Meinedo foi sede de um Bispado no século VI. Meinedo é identificado com o topónimo “Magnetum”, no Paroquial Suévico, por A. de Almeida Fernandes, citado por Marcelo Mendes Pinto, aqui radicando uma Paroécia em 572, cuja sede se terá transferido, posteriormente, para Portucale, já que o seu bispo compareceu ao terceiro Concílio de Toledo, em 589, e nesta data já não aparecer nenhuma referência a “Magnetum”.

Desta época até ao século XIII, quando é sagrada a Igreja, como a conhecemos atualmente, pouco se sabe do desenvolvimento deste sítio, embora as escavações arqueológicas, realizadas em 1991, tenham revelado uma estrutura absidal circular pertencente a um primitivo templo pré-românico.

 

D. Hugo 
D. Hugo (? - 7 de Setembro de 1136) foi Bispo do Porto entre 1113 e 1136, tendo recebido das mãos de D. Afonso Henriques o Couto do Mosteiro de Santo Tirso de Meinedo, em 1113. Era francês de origem, tendo sido arcediago da Sé de Compostela.

Designado Bispo do Porto por influência do amigo Diogo Gelmires, é-lhe atribuído, em 1120, pela rainha D. Teresa, mãe de D. Afonso Henriques, por doação e couto, o burgo Portucalense. Três anos volvidos, D. Hugo outorga carta de foral aos seus habitantes, dando início à construção da Sé Catedral, em substituição da ermida existente.

 

O corpo de Santo Tirso, trazido de Constantinopla, estará na razão da fundação desta Igreja, conforme atestam as relíquias, muito veneradas no século XVII, que se encontram na capela anexada à fachada norte. Rivalidades devocionais estarão na origem da mudança de orago nesta Igreja.

 

Como prova de que o culto a Nossa Senhora era superior ao de Santo Tirso, Agostinho de Santa Maria relata que, em 1686, quando a imagem da Senhora de Meinedo foi retirada do retábulo da capela-mor para a realização de obras e correndo o rumor de que a mesma, por ser demasiado grande, iria ser enterrada ou queimada, a população – devota de Santa Maria a Alta – terá exigido que a mesma ficasse, temporariamente, num do altares colaterais.

A imagem de Nossa Senhora de Meinedo, em calcário e com vestígios de policromia – a qual terá sido pintada de cores e ouro – é um dos poucos exemplares da escultura românica em Portugal, já que a devoção está centralizada nas relíquias.

 

Cronologia

 

 

Séc. VI (meados) – Construção da basílica, sede do Bispado de Meinedo;

1113 – Referência à existência do Mosteiro de Santo Tirso de Meinedo;

Sécs. XIII-XIV – Construção da Igreja;

Sécs. XVII- XVIII – Revestimento a azulejos, azuis e brancos, da capela-mor, construção da torre sineira moderna e colocação dos retábulos e retábulo-mor em talha dourada;

1991 – Arranjo da Capela de Santo Tirso pela Comissão da Fábrica da Igreja;

Séc. XX (década de 90) – Início das obras de recuperação e restauro da Igreja de Meinedo pelo IPPAR - Instituto Português do Património Arquitetónico.

 

Santa Maria de Meinedo é um monumento de arquitetura religiosa, sendo uma Igreja de planta longitudinal, nave única e capela-mor retangular, ambas com cobertura de madeira de duas águas, possuindo redecoração interior setecentista.

 

www.rotadoromanico.com/.../IgrejadeSantaMariadeMeined...



publicado por José Carlos Silva às 16:51 | link do post | comentar

mais sobre mim
Agosto 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31



contador visitas en mi web
posts recentes

Igreja de Meinedo

arquivos

Agosto 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

tags

1910

a igreja de são vicente de boim

a igreja _alvarenga

a paróquia de boim: breve enquadramento

adcl_lodares_lousada

adeus

alferes

almotacé

alvarenga

alvarenga_lousada

anthero pacheco da silva moreira

antónio

anúncio

aparecida

artesanato

artigos

aveleda

bibliografia

boa noite

boim

boim_lousada

caíde

caíde_lousada

calvário

caminho _de_ ferro_ de_ penafiel _á_ lix

caminho_de_ferro

capela

capela da fonte - boim

capelas

capelas_ públicas_lousada

capelas_de_lousada

capitão

capitão_mor

cargos e profissões dos proprietários de

carta

casa

casa da bouça (nogueira)

casa da lama

casa da quintã

casa de monte sines

casa de sequeiros

casa de sequeiros - lodares

casa _ vilar_lodares_lousada

casamento - joaquim da silva netto com d

casa_da_lama_lodares_lousada

casa_de_real_ficha

casa_do_vilar

casa_vila _verde

collegio_de_bairros

concelho

couto

covas

cristelos

crónicas

cruzeios_lousada

cruzeiros

cruzeiros_lousada

da

de

despedidas

desporto

do

donativo

eleição

eleição_ abdicação

em 1907.

enlace

escola

festa

figueiras

i congresso internacional da rota do rom

igreja paroquial de cristelos / igreja d

igreja paroquial de figueiras / igreja d

igreja: stº estevão de barrosas

iii jornadas de história local

lodares

lodares_lousada

lousada

meinedo

memória

memória_paroquial

moinho

moinhos

nespereira

nevogilde

nogueira

nossa

padre

paisagem_edificada_lousada

política

ponte _de_ vilela

ponte_espindo

porto

quaresma

reverendo

romaria

rota_românico

senhora

títulos

universidade de coimbra

todas as tags

links
subscrever feeds